Descida abrupta da poluição na Península Ibérica em apenas dez dias

Uma investigação da Universidade Politécnica de Valencia, criou um mapa onde é possível verificar uma descida abrupta da poluição do ar na Península Ibérica. 

Esta diminuição ocorreu apenas em dez dias, desde que começaram as medidas de confinamento. 

Quando o surto de coronavírus começou em Wuhan na China, a descida nos níveis de poluição atmosférica e sonora foi notícia em toda a Europa. Com as fábricas fechadas, com as pessoas em casa a poluição desceu de forma considerável. 

Agora que a doença se alastrou pela Europa, também nós atravessamos a mesma fase de descida do nível de poluição. O ABC publicou um mapa desenvolvido com base num estudo da Universidade Politécnica de Valencia, onde através de dados de satélite, se pode ver a queda da poluição na Península Ibérica em apenas dez dias

As cidades de Lisboa, Porto, Madrid e Barcelona continuam a ser focos de poluição, mas o nível de CO2 no ar são claramente inferiores aos registados anteriormente. A publicação da ABC, que apresenta apenas dados percentuais relativos a Espanha, houve uma descida na poluição em termos gerais de perto de 83%

A Investigadora do Centro de Tecnologias Físicas da Universidade Politécnica de Valencia, Elena Sánchez-Garcia declarou ao ABC que “Tal como se comprovou no caso de Wuhan, na China, ou no norte de Itália, o nosso estudo constata como as medidas de confinamento e redução da atividade económica se traduziram numa clara diminuição da contaminação atmosférica”.

  •  
    3
    Shares
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixar uma resposta