48 Expressões Portuguesas Engraçadas e Curiosas

 

Nós portugueses temos uma imaginação muito fértil e uma criatividade maravilhosa. De norte a sul do país encontramos diversas expressões que tem tanto de estranhas como cómicas. Hoje partilhamos uma lista com as melhores e mais curiosas expressões portuguesas.

 

Ir com os porcos

Usa-se para expressar que alguém morreu.
 

Pulga atrás da orelha

Expressão usada que significa desconfiar de algo.
 

Queimar as pestanas

Ler muito.
 

Barata tonta

Quando uma pessoa está distraído/assustado/perdido.
 

Acordar com os pés de fora

Expressão usada quando uma pessoa acorda mal-humorada.
 

Estar com os azeites

Significa que a pessoa está mal-humorada.
 

Chatear o Camões

Dizer a alguém para ir chatear outra pessoa.
 

Ter muita lata

Ter muito atrevimento.
 

Cabeça d’alho chocho

Pessoa distraída /que se esquece das coisas.
 

Estou-me nas tintas

Expressão usada quando uma pessoa não se interessa por algo.
 

Estás aqui estás a comer

Daqui a pouco levas uma lambada/chapada/palmada.
 

Deus dá nozes a quem não tem dentes

Uma boa oportunidade dada a alguém que não merece/não a sabe aproveitar.
 

Falar pelos cotovelos

 Falar muito.
 

Torcer o nariz

Normalmente usamos esta expressão quando não concordamos com uma ideia.
 

Diz o roto ao nu!

Significa pouca moral do acusador respetivamente ao acusado.
 

Chover a potes

Quer dizer que está a chover muito.
 

Nunca mais é Sábado

Normalmente usa-se quando algo está a demorar muito e a pessoa já está a ficar impaciente.
 

Tirar o cavalinho da chuva

Por norma usa-se quando uma pessoa está entusiasmada com uma ideia que tem e está positiva em relação à resposta de outra pessoa, mas essa pessoa está totalmente em desacordo.
 

Ficar a ver navios

Quando alguém está à espera de uma coisa, mas depois acontece algo e o que está à espera acaba por não acontecer.
 

Coisas do arco da velha

Normalmente usa-se quando uma situação relatada/ ou uma situação que aconteceu não faz nenhum sentido.
 

À grande e à francesa

Expressão usada quando se quer fazer as coisas com muita pompa e circunstância. Ou então quando uma pessoa quer exibir o dinheiro que tem com grandes carros, viagens, etc, diz-se viver à grande e à francesa.
 

Nariz empinado

Para designar pessoas que são muito convencidas, que se acham melhor que outras.
 

Quem tem boca vai a Roma

Usa-se quando uma pessoa não tem vergonha e para chegar a algum lado faz perguntas para alcançar o seu “objetivo”. Por exemplo, quando não sabemos onde fica um determinado sítio, pergunta-se às pessoas que passam na rua para nos darem indicações.
 

É como encontrar uma agulha num palheiro

Já imaginou encontrar uma agulha de costura no meio de um palheiro? Esta expressão significa algo que é extremamente improvável de acontecer.
 

Lágrimas de crocodilo

Quando uma pessoa finge a sua tristeza ou quando o outro não acredita na sinceridade dos seus sentimentos.
 

Está daqui!

Usamos quando a comida está muito boa e saborosa. Por norma puxa-se levemente o lóbulo da nossa orelha e diz-se “Está daqui!”
 

Memória de Elefante

Quando alguém tem boa memória, sendo capaz de se lembrar de muitos detalhes, passado muito tempo.
 

Ficar à sombra da bananeira

Por norma, usa-se quando uma pessoa é muito preguiçosa e não tem vontade de trabalhar.
 

Nascente com o rabo virado para a lua

Esta expressão quer dizer que a pessoa tem muita sorte na vida.
 

Bater as Botas

Quer dizer que alguém morreu.
 

Bater o dente

Usa-se quando está muito, muito frio.
 

Cabeça na Lua

Tal como a expressão cabeça nas nuvens significa que a pessoa está distraída.
 

Dar com o nariz na porta

Usada quando vamos a uma loja ou serviço e estes já estão fechados.
 

Engolir sapos

Usamos quando evitamos dizer aquilo que gostaríamos por estarmos condicionados (por exemplo, quando o patrão diz algo que não gostamos, etc).
 

Dor de cotovelo

Ter inveja.
 

Dar o braço a torcer

Quando mudamos de opinião em relação a algo.
 

Quem anda à chuva, molha-se!

Isto significa que todas as ações que fazemos têm consequências.
 

Chegar a roupa ao pêlo

Quer dizer agredir fisicamente alguém, sendo que muitas vezes é usada de forma irónica.
 

Serve-te a carapuça?

Pergunta irónica que se faz quando se sabe que a pessoa reconheceu um dos seus erros.
 

Ferver em pouca água

Quando uma pessoa se irrita com pouco, ou tem pouca paciência.
 

Muitos anos a virar frangos

Usa-se quando se quer dizer que já tem muitos anos de experiência numa tarefa ou então é muito bom a fazer uma determinada coisa.
 

Chegar a pimenta ao nariz /Chegar a mostarda ao nariz

Usa-se para descrever o momento em se começa a enervar ou irritar por algum motivo com alguém.
 

Línguas de perguntador

Usada muitas vezes pelas nossas mães quando perguntamos “o que é o jantar?”.
 

O gato comeu-te a língua?

Faz-se esta pergunta de forma divertida quando alguém está muito calado.
 

Não me chegas aos calcanhares

Expressão usada quando pensamos que a outra pessoa não está ao nosso nível.
 

Meter a pata na poça

Fazer asneira.
 

Partir o côco a rir

Quando se ri muito.
 

Pensar na morte da bezerra

Quando alguém está distraído, a pensar em algo e muito calado.
 
 
 
Não conhecia alguma das expressões? Há alguma que use mais ou que não encontre aqui? Deixe o seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para cima